Prevenção ao Suicídio

Segundo estudo realizado pela Unicamp, 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram seriamente em dar um fim à própria vida e, desses, 4,8% chegaram a elaborar um plano para isso. Na maioria das vezes, no entanto, é possível evitar que esses pensamentos suicidas virem realidade. 


NO BRASIL, A CADA DIA, 24 PESSOAS SE SUICIDAM (fonte: Ministério da Saúde, 2009). Estima-se que as tentativas de suicídio superem o número de suicídios em pelo menos DEZ vezes.

A assistência prestada a pessoas que tentaram o suicídio é uma estratégia fundamental na prevenção do suicídio, pois essas pessoas formam um grupo com maior risco para o suicídio. Em outras palavras, quem já tentou o suicídio tem muito mais chances (centenas de vezes mais chances) de tentar novamente suicídio que uma outra pessoa da população em geral!

A existência de um transtorno mental é considerada um forte fator de risco para o suicídio. Os transtornos mentais mais comumente associados ao suicídio são: depressão, transtorno do humor bipolar, dependência de álcool e de outras drogas psicoativas. Esquizofrenia e certas características de personalidade também são importantes fatores de risco.

É por isso que devemos SEMPRE considerar uma tentativa de suicídio com seriedade.

Abaixo, links de documentos oficiais de prevenção ao suicídio: